Viagens em Conta ! – #CoisaBarata

Bom dia meninas! Se tem algo que está dificil de fazer nesta crise. é viajar! Pra mim ao menos rs! Então já que Julho tá chegando, e muitos tem férias nesse período, selecionei algumas viagens em conta que eu fiz e gostei muito !

Obviamente , o que é em conta para mim, pode não ser a você e vice versa. Mas como visitei alguns lugares sem gastar muito nesses últimos tempos, acho legal dividir isso com vocês né?

Caso você esteja RYCAN e esbanjando grana pra viagens rs, esse post não é pra você Miga!

1- Serra Gaúcha

Já falei umas 17 mil vezes de lá mas não canso rs! Poxa, dá pra ir de milha, alugar carro baratinho e comer sem gastar muito! E em diversas vinicolas, eles nem cobram a degustação! Diversão na certa sem gastar muito ! Clica aqui  pra ler um pouco sobre o que já falei de lá ! E ah to indo agora em Julho de novo pra lá, yey 🙂 de milhas óbvio rs !

Captura de Tela 2016-01-24 às 09.23.32

2- Costa dos Corais em Alagoas

Mais uma vez dá pra descolar com milhas a passagem, e com certeza pegar um solzinho nesse inverno geladón! Lá tem praias lindas, quase desertas e muitas opções de hoteis ! Pra comer petiscos na praia, petiscos no hotel e uma cervejinha gelada – não precisa de muito né ?

praia-do-hotel
Praia do Toque

3- Serra da Mantiqueira

Gente, a região da mantiqueira entre SP,RJ e MG é enooorme e tem diversas cidadezinhas! Tem opções pra todos os bolsos e coisas pra fazer! Desde cidades com atividades mais radicais ou para quem quer descansar…e todas tem opções em conta de restaurantes!  Já fui pra Monte Verde, Gonçalves, São francisco Xavier e São bento do Sapucaí ! Eu fujo de Campos do Jordão, acho super valorizado demais rs !

Captura de Tela 2016-06-22 às 22.52.12
Vista da Serra em São bento do Sapucaí

4- Montevideo

Gente, fico passada como o Uruguay fica muito de lado em países na America do Sul rs! Eu fui a Montevideo, Colonia del Sacramento e amei, amei! Pertinho, com a melhor carne do mundo ( segundo Sr. Economoda) ,  melhor doce de leite do mundo La Pataya ( segundo eu mesma) e cheia de histórias e belezas ! Vejo muitas passagens em promoção com milhas e lembro me de ter ficado em um hotel delicioso bem central com preço ótimo! E se puder, alugue um carro e vá a Colonia del Sacramento , é linda – dispense Punta del Este ( eu não achei nada demais !)  Vi uns pacotes no Decolar em Julho mesmo com hotel e carro por R$ 900,00 4 dias….as vezes tem pousada em Campos cobrando isso em um final de semana !

Por do sol em Colônia del Sacramento !
Por do sol em Colônia del Sacramento !
centro de Montevideo
centro de Montevideo

Essas são alguns lugares que visitei, e pelo que notei ainda oferecem preços e oportunidades legais! Lembrando que isso é meu gosto , e não necessariamente você concorda comigo rs !

Mas espero que gostem, e que tenha dado algumas idéias para alguma escapadinha pra fora da sua cidade 😉

Me avisa aqui nos comments se tiver alguma dúvida sobre os destinos ou se tiver mais dicas de lugares para viajar em conta !

Capture

 

Reformando o que já temos ! – #EconoArq

Bom dia meninas! Hoje as lindas do Pop.Arq mostram uma maneira ótima de economizar na decoração reformando o que já temos ! Todo mundo tem algum móvel ou ambiente que enjoa né? Que tal reformar sem gastar muito ?

#EconoArq

Ooooi, meninas!

Aderindo às soluções da moda, as quais sugerem uma reformulada no armário com itens que já existem, porém mudando a forma de usar, combinações e estilos para obter uma cara nova, vamos fazer o mesmo com itens de casa!

Lembrando que é possível fazer sozinho, mas a ajuda de um profissional da área é essencial, já que para cada tipo de modificação, é usado um material específico, diversos tipos de tintas, revestimentos, etc, assim, as peças não estragam e é necessário que se organizem em uma combinação harmoniosa no ambiente, como quando precisamos conversar com uma consultora de imagem e estilo!

Vamos lá… a primeira dica é reaproveitar móveis resistentes, preferencialmente feitos de madeira maciça, pois eles duram por mais tempo e vale a pena reformá-lo várias vezes. Claro que com objetos mais frágeis também é possível, mas pode ser que fique mais caro que comprar um novo.

Na maioria das vezes, o mais comum para mudar a cara de um móvel é pintá-lo, adesiva-lo ou revesti-lo por tecidos, dependendo do estado, trocar também suas ferragens, puxadores ou até mesmo transformar seu uso.

No caso da cadeira da vó, por exemplo, pode ser pintada e estofada ou fazer alguma brincadeira no encosto/assento com adesivo ou outro revestimento.

2 1

Também é muito comum fazer a reforma em aparadores e buffets, pintando e colocando alguma estampa, além de novos puxadores. Capture1 Capture

Em cômodas e criados-mudos está super em alta a aplicação de cores vibrantes como vermelho e amarelo para destacar no ambiente! O que acham? Capture2

Para mudar o uso do móvel, pode-se fazer pequenas alterações no mesmo e colocá-lo em outro ambiente, com outra função. Aí vão alguns exemplos.. Capture5 Capture4 Capture3

Em nossos projetos de arquitetura ou simplesmente decoração (e claro, dependendo do perfil do cliente e se ele permite esse reuso dos objetos antigos), procuramos intervir em móveis existentes e transformá-los em algo diferente e atual!

Falem com a gente para saber mais 😉

Beijos!

11 2528-1414

amanda@pop.arq.br ou maika@pop.arq.br

Dicas econômicas de Milão – #ColaboraEconomoda

Meninas, posso não viajar mas tô cheia de amiga Européia haha ! Teve da Holanda nessa semana, e hoje temos Dicas econômicas de Milão ! Aproveitando o gancho das bruógueira tudo por lá nessa semana, já que não somos RYCANS pedi a Pri, minha amiga de milênios que mora em Milão pra mandar umas dicas Econo pra nós!

Vamos a elas? está SUPER COMPLETO!  Quero demais conhecer Milão !

Dicas econômicas de Milão

Olá meninas!!!

Vou deixar algumas dicas para quem está pensando em dar uma passada por Milão e não pretende gastar muito!

Estamos em plena primavera, uma das estações mais gostosas do ano por aqui, tanto pela temperatura agradável como pela transformação que ocorre nessa época do ano – a cidade começa a se preparar para receber os turistas que já começam a lotar as ruas e os principais pontos turísticos.

Vou separar este post em duas partes: 1. O que visitar | 2. O que comer

1.O que visitar

Muitos dizem que não tem muito o que fazer em Milão e que dá para conhecer a cidade em apenas 2 dias!

Os pontos turísticos, sim, é verdade! Mas morando por aqui posso afirmar que a cidade oferece muito mais do que se imagina. Mas, vou seguir os pontos turísticos e dar algumas dicas mais econo.

Uma visita que você não pode deixar de fazer é conhecer a Praça Duomo e a sua catedral. Com sua arquitetura gótica é um projeto rico em detalhes. Vale a pena perder uma boa parte do tempo ali e observar cada cantinho, cada escultura, toda a grandiosidade em mármore. Quando você for comprar o bilhete você tem várias opções como, por exemplo, visitar apenas a catedral e o museu ou então comprar um pacote que inclui também subir até o terraço (onde se tem uma vista incrível da cidade). Se tiver tempo e disposição visite o terraço e suba a pé (também há a opção de subir de elevador, mas é mais caro). Ah, qualquer bilhete que você comprar tem a duração de 72 horas para uso.

Captura de Tela 2016-05-05 às 21.04.43

Uma vez que esteja na praça aproveite e visite a Galeria Vittorio Emanuele, com suas lojas luxuosas. Faça a travessia na Galeria com calma e então vai chegar até a Praça Scala, que leva o nome do famoso Teatro da cidade.

Nas proximidades do Duomo fica o Castelo Sforzesco. Ele abriga alguns museus municipais que contam com obras como uma sala afrescada por Leonardo Da Vinci e a Pietá Rondanini Di Michelangelo, mas se não quiser entrar em nenhum deles, atravesse o castelo e contemple o maior parque da cidade – Parco Sempione. Aqui vale andar, sentar em algum banco e ficar observando o movimento, deitar na grama e aproveitar o tempo, pegar uma sombra embaixo de alguma árvore, fazer um pic nic, tomar um gelatto (vou falar mais dele depois) e descansar. Uma dica importante e bem econo é que a cidade é abastecida por diversas bicas de água fresquinha. Vá até a Decathlon (fica bem perto do Castelo, é caminho para quem vem do Duomo) e compre uma garrafinha de água por €1,50 e ande sempre com ela para ter água fresca e o melhor: de graça! Andar pelos parques, curtir a natureza e o ar livre é uma das atividades mais amadas pelos italianos. Você estará fazendo algo bem típico daqui 😉

Mais para o final da tarde uma boa pedida é ir até o bairro de Navigli, famoso pela sua badalação e seu canal rodeado de bares e restaurantes. Os italianos costumam fazer o “aperitivo” após o expediente, uma opção bacana e barata. Consiste em você pagar por uma bebida de sua escolha (para quem gosta vale a pena o Spritz Aperol) e como acompanhamento vem alguns petiscos para forrar o estômago como sanduíches, batatas, amendoins, etc. Alguns lugares contam com um buffet onde você pode se servir de massas, pizza, saladas, etc. O preço médio da bebida vai de 8 a 10 euros.

Além de Navigli diversos lugares pela cidade oferecem o aperitivo depois das 17h. Se o tempo estiver bom, com sol (já estamos no horário de verão e o sol está indo embora por volta das 20h) vale a pena ir até o Terrazza Aperol que fica na parte superior da Galeria Vittorio Emanuele. Por conta da vista que eles proporcionam cobram um pouco mais caro pelo aperitivo, algo como €12.

Ah, se der tempo visite a Estação Central! É linda! E no seu interior tem lojas que valem a pena a visita como Zara, Mango e Bershka. E também o bairro Brera – o mais boêmio de Milão.

Se quiser ir babar nas lojas, tem o famoso Quadrilátero da Moda. Vale a pena a visita, afinal olhar não custa nada né?

Caso você não queira andar pela cidade tem a possibilidade de acessar os locais pelo metrô, mas é tudo tão perto e a caminhada é tão gostosa que acho que vale a pena. Fora que estará conhecendo a cidade. Eu economizaria o dinheiro do metrô para gastar com gelattos!!!!

Bom, dá para conhecer grande parte da cidade a pé. Quer algo mais econo que isso?

2.O que comer

Vamos para a melhor parte! Aqui se come muito bem e é possível não gastar muito.

A primeira dica fica por conta de um lugar famoso na cidade. Não vá embora daqui sem provar o delicioso Panzerotti do Luini. Esse lugar fica nas ruinhas atrás do Duomo e é uma delícia. Assim que você chegar verá um lugar abarrotado de gente com uma fila grande, mas não se assuste, anda rápido. O lugar é apenas para comprar o panzerotti, não tem mesas e cadeiras. Então compre um para forrar o estômago e sente pelas calçadas próximas ou, continue sua caminhada.

Próximo ao Castelo Sforzesco tem um restaurante que se chama Farinella. É uma delícia! Lá eles servem uma verdadeira pizza napolitana que eu sou apaixonada. Peço sempre a de Marguerita. O valor dessa é €6 e as outras opções vão até uns €12. Como a pizza é individual e do tamanho de um prato, você comerá gastando pouco e não sentirá fome tão cedo. Por mais que a pizza seja grande, é bem levinha.

Pelas ruas você encontrará diversos lugares que servem pizzas em pedaço, paninis e focaccias. Vale a pena! É bom, bonito e barato rs Os paninis com prosciutto crudo são de morrer de gostosos.

Um prato bem gostoso e típico daqui é a cotoletta alla milanese (o nosso conhecido bife a milanesa) – em torno de €13.

Fique esperta com os “copertos”. Alguns restaurantes cobram o serviço.

Ah, como sobremesa recomendo ele: o famoso gelatto italiano! Não peça a sobremesa do restaurante, vá até uma gelatteria, em várias se puder, e prove diversos sabores diferentes. Os valores são bem semelhantes – o valor justo é o de €3 / €3,50 um cone com dois sabores.

 

Dicas diversas:

Se estiver por aqui e quiser fazer algumas comprinhas, sugiro a Corso Buenos Aires. É uma rua enorme com várias opções de lojas e com um preço bem melhor. Opte pelas lojas de departamento daqui como Zara, OVS, HM, Bershka, Pull&Bear, Promod.

Se estiver por aqui no primeiro domingo do mês os museus do Estado são gratuitos, como a Galeria de Arte Moderna, os museus do Castelo Sforzesco, a Pinacoteca de Brera, entre outros.

No último domingo do mês, em Navigli, tem uma grande feira de antiguidades que vende móveis, livros, artigos para casa, roupas, etc. E no terceiro domingo do mês tem essa mesma feira em Brera.

Uma opção bacana e diferente é ir até uma prosciutteria. Lá você encontrará um lugar descolado e poderá pedir tábuas de frios, com salames, prosciuttos, queijos, pães, paninis, vinhos, etc.

Bom, já escrevi demais. É que tem muito o que se falar daqui mesmo!

Quem sabe dou mais dicas para vocês outro dia!

Espero ter ajudado e que gostem.

Beijos,

Priscila

————————–

Pri, arrasou! E a vontade de me jogar em Milão, como faz? haha! Você será muito bem vinda com mais dicas pra nós ao redor da Itália pois sei bem que você tem conhecido alguns lugares por ai! Volta Pri !

Capture

Viajar pra Europa gastando pouco – #ColaboraEconomoda

Meninas, hoje temos uma correspondente Internacional haha lá da Zoropa, de uma cidade cujo nome não sei dizer (Njimegen)- para dicas de como Viajar pra Europa gastando pouco ! Carol já está quase um ano, mas tem parentes que moram lá por muito tempo. Então, tem umas dicas que são tipo piada interna, só quem mora lá que sabe haha!

Pega caneta e papel aí ( mentira, só salva o post nos favoritos!) e bora planejar essa viagem !

Viajar pra Europa gastando pouco !

Oi meninas, hoje vou assumir um pouco o econo para um post a pedido da Ju..sou amigona dela desde pequena, então é um prazer escrever aqui é pra vocês!
Eu sou de São Paulo, como a Jujuba (apelido carinhoso que temos pra Ju entre um grupo de amigas) e estou morando por um tempo na Holanda….então surgiu a ideia de escrever pra vocês dando umas dicas de fazer uma viagem econo para as Zoropa….afinal, em épocas de euro alto ninguém ta podendo fazer a ryca e gastar tudo numa viagem! Viajar pra Europa gastando pouco
Espero que minhas dicas ajudem a vocês a economizar e não deixar de passear, porque viajar é bom demais!!!!
Primeira dica é ficar atenta nas promoções de passagem aérea ou emissão do bilhete através de milhagem, essa segunda pra quem tem umas milhas guardadas é muito top, porque você só precisa pagar umas taxas pra emitir o bilhete e consegue economizar muito….mas pra quem não tem as milhas, olho aberto nas promoções. Alguns sites são ótimos e postam direto quando entra alguma passagem promocional, como o http://www.passagensimperdiveis.com.br e o http://www.melhoresdestinos.com.br/, precisa ficar atento e entrar direto nos sites pra dar uma olhada, porque quando a promoção é boa, as passagens acabam rapidinho…melhor ainda pra quem tem uma data de viagem flexível, porque a chance de encontrar alguma promoção muito boa, aumenta muito!
Passagem na mão, agora é hora da hospedagem né! Acho que o Airbnb já deve ser conhecido por muitas de vocês, mas pra quem não conhece essa é uma ótima alternativa pra se hospedar e não pagar caro no hotel, a dica é sempre procurar por usuários “antigos” e lugares com recomendações, você pode escolher em alugar uma casa ou apartamento inteiro, ou compartilhar alguma moradia com outras pessoas. Claro que você não terá a comodidade de um hotel, com serviço de quarto e etc, mas é uma ótima alternativa de hospedagem econo rsrs…
Aqui na Holanda tem uma agência de viagem que trabalha com pacotes num preço bem interessante, eu nunca utilizei mas eles fazem parte de uma rede de mercados bem conhecida, então creio eu que são de confiança…http://www.lidl-reizen.nl/ esse site está em holandês (língua dos infernos de entender…rsrs) mas da pra colocar num tradutor e se virar…ou talvez até tenha a página em inglês e eu que sou tapada mesmo e não encontrei…kkkkk… Viajar pra Europa gastando pouco
Bom, como a distância já é muito longa Brasil- Europa, a maioria das pessoas procuram otimizar o tempo ($$) e ir para mais de um destino por aqui, eu acho super válido, mas não sou muito a favor de roteiros que incluam muitos destinos num curto período de tempo, porque acho que você acaba não aproveitando muito bem os lugares, mas isso é uma questão pessoal….mas pra ajudar a se deslocar por aqui de um jeito barato, a dica são as cias low cost (passagem aérea barata), todos os países têm uma cia low cost que opera com um número maior de voos, por isso vale uma pesquisa em buscadores de voos como o http://www.skyscanner.nl/  e para encontrar os melhores preços pelo buscador, faça a pesquisa por país (nao cidade em específico) de destino e origem, e por mês (não dia especifico) na data ida e volta, porque às vezes você tem mais de um aeroporto próximo de onde você quer ir com uma diferença de preço grande e uma alteração de valor em função de poucos dias de diferença em relação à data que você planeja viajar (nessa hora, mapa e calendário na mão pra conferir as distâncias e os dias que você estará livre para viajar e montar seu roteiro)…eu acho que as cias que mais operam aqui com esse tipo de vôo é a Ryanair e a Easyjet….pra vocês terem uma ideia, uma passagem da Holanda para Inglaterra, custa aproximadamente 20 euros o trecho….o grande problema dessa cias, a bagagem! Atenção na hora de comprar, porque a franquia permitida nessas viagens é de uma bagagem de mão por passageiro, tendo que respeitar criteriosamente as dimensões e peso que eles descrevem no site…você não tem direito a despachar uma mala, se quiser fazer isso terá que comprar uma franquia na hora da compra da passagem…e não deixe para fazer isso no check in porque normalmente eles cobram mais caro….outra dica é, fique atenta ao check in! Na maioria das vezes você tem que fazer online ou eles te cobram uma taxa bizarra de cara pra fazer o check in no balcão. Se você tiver a oportunidade de deixar suas malas na casa de algum amigo e viajar apenas com a mala de mão, perfeito! Se for esse o caso, tente fazer a casa dessa pessoa como ponto de partida e de retorno do seu roteiro, isso pode te economizar uns bons euros…
Desembarcando no aeroporto, a dica econo pra você chegar até o local da sua hospedagem é utilizar trem, metrô, ônibus (público ou cias que fazem transfer de aeroporto, como por exemplo a http://www.terravision.eu/ ou https://airporttransfers.easyjet.com/en/transfers), essa cias de transfer são ótimas opções, dificilmente elas vão te deixar super próximo ao local que você vai se hospedar, mas você ficará numa região mais central da cidade o que aumenta a possibilidade de você utilizar outro transporte público ou até mesmo um táxi até o seu destino final….mas, a dica preciosa para chegar do aeroporto até onde você vai se hospedar, é fuja de táxi….porque geralmente os aeroportos são distantes dos centros das cidades e o táxi pode ficar uma pequena fortuna, então vale a pena passar um perrengue de carregar as malas e usar outros meios de transportes até a área central da cidade.
Pra esse post não ficar uma bíblia, vou parar com as dicas por aqui, ok?!
Depois se vocês tiverem mais interesse em algumas dicas sobre passeio, alimentação, dicas especiais aqui da Holanda e etc, comentem ai e peçam pra Ju me chamar novamente que irei escrever com o maior prazer novamente!!
Beijos, Carol
————-
Obrigada Carol ! Volta mais vezes pra dar mais dica pra gente, tá bem dificil gastar pouco em viagens haha !

Dicas de como poupar e aplicar melhor seu dinheiro na hora de reformar ou construir – #EconoArq

Meninas, as lindas da Pop.Arq voltam pra falar de um tema super a ver com o Econo ! Dicas de como poupar e aplicar melhor seu dinheiro na hora de reformar ou construir! Quem ai está nessa fase sabe o dinheirão que vai né? Então vamos as dicas das arquitetas?

#EconoArq

Olááá, pessoal!

Todo mundo que vai fazer uma reforma ou construção geralmente não tem noção do quanto isso irá custar! Aqui daremos algumas dicas, não de preço (porque isso depende do que for fazer, qualidade dos materiais, quantidades, etc), mas de como gerenciar melhor os seus recursos.

Captura de Tela 2015-11-10 às 21.36.09

A primeira dica é: Faça uma pesquisa de preços de objetos que você gosta. Isso vai te dar uma noção vaga de custo. Além disso, deve-se considerar material, mão de obra, serviços de arquitetura/engenharia, entre outros. Captura de Tela 2015-11-10 às 21.36.15

A segunda dica: planeje-se! Reformas e construções têm custos consideráveis no orçamento, então esteja preparado. Claro que muitas coisas são possíveis de parcelamento na hora de pagar, mas itens como materiais de insumos e mão de obra costumam ser à vista ou ter poucas parcelas.

Captura de Tela 2015-11-10 às 21.36.26

Procure investir mais em itens de uso frequente, que podem ser desgastados mais fácil, como sofás e armários.

Captura de Tela 2015-11-10 às 21.36.21

Saiba que os maiores investimentos serão em itens de marcenaria, pedras (bancada e revestimentos em pedra) e mobiliário.

Contrate um profissional que irá planejar e programar os recursos, de acordo com a etapa da obra. Alguns arquitetos e engenheiros costumam oferecer esse serviço.

Caso tenha feito um projeto de arquitetura, é possível manter o conceito do mesmo e alterar apenas os materiais, para que se encaixe no orçamento e seja realizável. Existem materiais de todos os padrões, desde os acessíveis aos mais caros e requintados, e qualidade também é super variável. Basta analisar qual cabe nas suas necessidades!

Até a próxima!

Beijos!!

Acabôôôô ! – Meus 6 meses sem compras !

Meninas, bom dia 🙂

Bora começar novembro feliz ? Meu aniversário nesse mês e meu projeto sem compras acabou! Iuhul! nesse momento já fiz ate uma comprinha , minha calça pantacourt que queria muito – forever 21 por R$ 79,90 , comprei somente ela e paguei no débito , pow !

Captura de Tela 2015-11-02 às 11.05.21

Quem me acompanhou aqui, aqui e aqui, viu que decidi tentar ficar esses 6 meses sem compras para mudar minha mentalidade ( um pouco impulsiva) e economizar uma grana, e ah, parar de parcelar no cartão !  Obviamente me inspirei na Musa Jojo do Um Ano sem Zara ( e que quase sempre ficam me acusando nos comments de ter “roubado” a ideia dela haha) e tive um privilegio ate de ser entrevistada por ela via Skype !

O projeto começou como algo pra mim, mas tantas meninas ficaram interessadas que decidi compartilhar mais com vocês ! Outra coisa que sou sempre “acusada”de ser fácil rs pelo fato de receber presentes por causa do Econo tudo foi mais facil! Mas vale dizer 2 pontos : 1- nao ganho tantas coisas como vocês imaginam haha, serio, as vezes pinga um pacotinho por mês aqui em casa! 2- E quase sempre, não era exatamente algo que eu queria ter comprado para substituir meu desejo de compra !

Mas vamos lá contar a vocês como foi ! No começo foi um pouco dificil, evitei passeios no shopping, abrir email marketing de lojas e ver peças novas no Insta quase que me matava rs! Tava naquele momento sofrido de dizer, ai quero isso, ai que sofrencia, preciso daquilo….mas mês a mês essa vontade foi passando…e entrava nas lojas, provava roupas e sai de bem comigo sem ter levado nada rs ! Obviamente tiveram alguns momentos com alguns achados que fiquei mal de não ter aproveitado…tipo uma promo de sandalias da Zatini, uma pantacourt da Forever 21 por R$ 59,90 e produtinhos da Lush que estou obcecada ( isso não foi um achado porque a Lush esta la com preços fixo rs).

Nesses 6 meses tive vontades que vieram e passaram, e outras não, como a Pantacourt ( yey) e um tênis branco ( quero muito, meu niver 23.11 – obrigada. de nada). O que é bom, porque pude definir o que eu realmente quero, e o que realmente vai ficar bem em mim e irei usar ( experimentei mil calças e provei mil tenis nesses 6 meses haha) .

O meu cartão de crédito teve uma queda muito significativa gente, mais de 60% ! sério! fiquei bege quando vi o impacto! e consegui economizar bem mais! Como gastava tanto com besteira – e olha que não sou tao compulsiva – mas eram parcelinhas da C&A, batom novo da Quem Disse, tshirts da promo da Marisa…  que juntas davam um dinheirão ! Querem saber em valores? Tirei mais de R$ 1000,00 por mês do meu cartã0…em 12 meses, R$ 12000,00…é grana ou não é?

E Julia, o que fará agora? #Aloka gastadeira? Não! por 2 motivos rs…eu ainda preciso continuar economizando essa grana por um bem maior rs! e eu adquiri uma consciência de compra muito melhor do que tinha antes! Como ? bom, obviamente vendo o que preciso e não preciso, como esses meus desejos que perduraram por 6 meses que contei acima, vendo o como é feio essa necessidade infinita de compras malucas que temos ( o documentario The True Cost teve um grande impacto) e me envergonhar por vezes que me desesperei por alguma peça ( que muitas vezes nem foram usadas)!

O equilibrio é algo que quero aplicar na minha vida como um todo, e nessa parte de consumismo com certeza! Dizer que nunca mais comprarei por impulso? Mentira ! Dizer que nunca mais comprarei em parcelas? mentira também ! E dizer que nunca mais pagarei por algo que não vale aquele preço ? Outra mentira.

Mas posso assegurar a vocês que a freqüência será muito, muito menor desses erros, afinal tive 6 meses para refletir e  repensar muita coisa! Sabe a alegriiiia que foi entrar na F21 ontem, pegar uma calça e sair? SIM, resisti ilesa a aquelas milhoes de peças e bijouterias que não precisava. E o melhor, de tudo, sem sofrer. Entrei, peguei o que queria, e tchau! Missao cumprida!

Não quero pregar nada a vocês, nem fazer a coisa certa ou errada, só quero compartilhar a experiência de alguém carne e osso que passou por algo que teve um impacto super positivo na vida ( e nas finanças também! ) !

e ai , alguem anima a tentar algo parecido também?

Obrigada por estarem sempre aqui comigo, vocês são demais !

Capture